Um compromisso de 39 anos com o meio ambiente

Há 39 anos nascia a Geoklock e o nosso compromisso com o meio ambiente. Nesse tempo crescemos muito: adquirimos equipamentos e construímos uma infraestrutura de última geração que hoje faz da Geoklock uma referência no mercado.

Mais do que isso, adquirimos o conhecimento e know-how que formam nosso corpo técnico altamente qualificado. Temos muito orgulho do trabalho feito e esperamos crescer cada vez mais, fazendo o que a gente sabe fazer melhor.

Avaliação de risco ecológico

Com a publicação da decisão de diretoria DD nº 038/2017 da CETESB, a Avaliação de Risco Ecológico tornou-se parte integrante da Análise de Risco nas situações em que exista ecossistema natural sob influência de uma área contaminada. Frente a este potencial para novas demandas, a GEOKLOCK tem atuado na área e se capacitado sobre o tema.

Neste sentido, a GEOKLOCK participa ativamente do Grupo Técnico da ABNT para elaboração da norma sobre Avaliação de Risco Ecológico. Recentemente, também participou dos eventos internacionais ISTA-18 e 12º SETAC (América Latina), onde o assunto foi discutido entre membros da academia, órgãos reguladores, consultorias e indústrias.

O ISTA-18 – International Symposium on Toxicity Assessment – foi realizado entre os dias 16 e 21 de julho de 2017 na cidade de Limeira/SP. A GEOKLOCK foi representada pelos colaboradores Andréia Yoshinari, André Canale e Filipe Biaggioni, com a apresentação do pôster “Case Study: Application of the TIE (Toxicity Identification Evaluations) Methodology in the Environmental Diagnosis of Groundwater Contaminated by Pesticides”.

O 12º SETAC – evento promovido pela “Society of Environmental Toxicology and Chemistry” – foi realizado entre os dias 04 e 10 de setembro de 2017 na cidade de Santos/SP.

Destaca-se a participação técnica da GEOKLOCK pela apresentação do trabalho “Aplicação do Método de Avaliação de Risco Ecológico da EPA em Área Contaminada por Pesticidas, Compostos Orgânicos e Metais – Estudo de Caso”.

Métodos e Técnicas na Reabilitação de Áreas Contaminadas

A Geoklock, empresa de consultoria e engenharia ambiental, com quase 40 anos de Brasil e que pertence ao grupo suíço EBP, participou do workshop Métodos e Técnicas de Identificação e Reabilitação de Áreas Contaminadas, promovido pela Beacon Environmental Services, Vapor Pin, Envirologek e organizado pelo Grupo de Pesquisas em Águas Subterrâneas da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). O evento, realizado no 25 de junho último, no Instituto de Pesquisas Hidráulicas, foi focado em apresentar as melhores práticas para identificação e reabilitação de áreas contaminadas.

As apresentações tiveram ênfase nos desafios relacionados à intrusão de vapores, gerenciamento de áreas contaminadas e remediação. Foram apresentados métodos refinados e tecnologias avançadas que permitem subsidiar uma melhor tomada de decisão. Entre os temas abordados nas palestras, destacaram-se: Técnicas avançadas na identificação de áreas contaminadas; Uso de programas que contribuam no dimensionamento dos trabalhos, visando a identificação de passivos ambientais; Elaboração de modelos hidrogeológicos conceituais em áreas contaminadas; Amostragem passiva de vapores etc.

O engenheiro ambiental da Geoklock, Rafael Franklin, apresentou a palestra “Aplicação de Linhas de Evidência Para Identificação de Múltiplas Fontes de Organoclorados”, na qual foi demonstrado que a aplicação de métodos refinados de investigação permitiram o levantamento de evidências que confirmaram a existência de fontes externas e possibilitou uma revisão do modelo conceitual inicial, proporcionando um redirecionamento positivo ao caso, trazendo um grande benefício ao cliente.

Na plateia, consultores, órgãos públicos, profissionais de empresas privadas e representantes ligados à universidade se mostraram bastante interessados pelo tema. De acordo com Franklin, havia em torno de 60 especialistas, todos de altíssimo nível, que demonstraram grande interesse no tema.

Geoklock na lista Brasil 10 mil pela Cial Dun & Bradstreet

A Geoklock, com quase 40 anos de fundação, foi informada pela Cial Dun & Bradstreet, que a empresa segue fazendo parte da base de dados Brasil 10 Mil, das Dez Mil Empresas mais ativas comercialmente no Brasil.

A rede mundial Dun & Bradstreet é uma organização global que monitora bancos de dados empresariais em todo o mundo há mais de 150 anos. Eles possuem informações sobre mais de 250 milhões de empresas no planeta e são líderes na América Latina.

A partir do cruzamento de dados cadastrais, a Dun & Bradstreet executa o cruzamento de informações no sentido de possibilitar que as empresas encontrem parceiros confiáveis e se tornem cada vez mais lucrativas e competitivas (vide o certificado da Geoklock na barra lateral).

É muito importante ser reconhecida dentro desse perfil, de confiabilidade e qualidade, como empresa que atua dentro dos melhores padrões técnicos e administrativos. Isso certamente facilita muito os negócios da nossa empresa e amplia nosso compromisso na manutenção dos níveis de excelência.